O que está acontecendo com o suado dinheirinho que guardamos?

Fala meus leitores queridos!

Estou de volta para retomar o assunto de um post que gerou bastante repercussão positiva e muitos pedidos. Semana passada eu falei da importância de poupar para juntar dinheiro e no final do post deixei “dicas avançadas” como tarefas de casa.

Primeiro gostaria de pedir desculpas, porque apenas taquei as dicas ao final do post e não dei melhores direcionamentos. Mas entenda que eu como mero mortal assim como você não disponho de um bem muito precioso: TEMPO! (Ideia de novo post: “como poupar e juntar tempo”. Este iria bombar!).
Pois bem, depois de alguns pedidos e um estudo sobre o cenário, hoje vim retomar um dos temas que deixei no final: onde está o o suado dinheirinho que guardei?

O que está acontecendo com meu dinheiro?

moeda mordida
Nosso dinheiro está sendo “comido”

É triste, mas todo dinheiro que você tem guardado está indo embora neste exato momento.

Antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro em sua cabeça uma coisa: dinheiro parado é dinheiro sendo jogado fora. Vou repetir porque pode não ter ficado claro: dinheiro parado é dinheiro sendo jogado fora.

Ah, mas com que autoridade você está dizendo isto? Seria você o rei da cocada preta?
Não pras duas. Na verdade não sou eu quem disse isto, mas os números (e eles dominam o mundo!). Pra ficar mais claro ainda (principalmente se não concorda com a frase acima) faça um simples exercício.
Vá ao mercado e faça uma cesta básica com 15 diferentes produtos que usa no dia a dia. Anote todos produtos comprados, quantidade e suas as marcas. Anote também o total gasto. Um ano depois, vá ao mesmo mercado e tente comprar os mesmos produtos com a mesma quantidade de dinheiro. Quando for pagar.. SURPRESA! A conta não vai fechar. Um ano depois, na média, os produtos vão estar mais caros.

Note que é importante analisar a média. Se olhar um produto em específico (ainda mais se for um de hortifrúti que sofre influência direta da colheita do ano) pode ser que o preço tenha baixado. Mas o que acontece ano após ano, invariavelmente, sem erro nenhum é que as coisas estão ficando mais caras!

A Temida Inflação

Inflação subindooo
Inflação subindooo

A esta subida média dos preços damos nome: inflação.  O que é a temida inflação? É o aumento persistente e generalizado no valor dos preços. Quando a inflação chega a zero dizemos que houve uma estabilidade nos preços. O problema é  que ela nunca chega a zero. Aliás, se falar desta palavra pra uma pessoa com mais de 40 anos ela quase cairá pra trás, já que estas pessoas enfrentaram um tempo de inflação terrível!

Para se ter uma ideia a inflação de 2017 foi de 2,95%, a menor desde 1998! O acumulado nos últimos 5 anos é de 34,75%! Em outras palavras, caso tivesse guardado R$100,00 cinco anos atrás, com a mesma quantidade hoje, você acabaria comprando 34% menos coisas. Quem não tem saudade quando o kinder ovo era R$1,00? Hoje nem nota de um real temos mais..

Lógico que a inflação varia de ano em ano e durante períodos, mas muito provavelmente será positiva e cada vez mais seu dim dim esquecido na conta bancária, vai desvalorizando.

Para onde ir então?

Fuga para as colinas!
Fuga para as colinas!

-Tudo bem, entendi que dinheiro “parado” é prejuízo. Mas e aí, o que fazer?

Primeira opção é fugir para as colinas e viver como um monge, se alimentando de gafanhotos e mel silvestres em um lugar onde não há este tipo de preocupação. Aliás, lá nem precisará se preocupar com dinheiro..

Se não fizer isto, o jeito é aprender a conviver com “o problema”.
Só que a verdade é que a inflação apenas tem uma fama ruim, mas é necessária. Países da Europa que tem deflação (inflação negativa) estão com sinal vermelho ligado. A bem grosso modo não ter inflação, significa que a economia não está crescendo.

O melhor a se fazer neste caso é reconhecer que a inflação existe sim, nosso dinheiro está se desvalorizando a cada dia mais e a partir disto devemos tomar uma atitude. Qual atitude? Bem este é um assunto pra o próximo post (eu reconheço que sou muito enrolão..).

O importante neste momento é levantar um senso crítico em você para que algo seja mudado. Não podemos ficar parados vendo a vida passar (ou nosso dinheiro desvalorizar).

Próximo passo (para os curiosos)

E para os chorões de plantão, aqui vai um spoiler do que fazer: tenho investido todo e qualquer dinheiro “ocioso” em minha conta. Algumas opções que vou falar mais adiante:

  1. Poupança

  2. Investimentos imobiliários

  3. Ouro

  4. Tesouro Direto

  5. Renda fixa

  6. Fundos de ações

  7. Títulos públicos

  8. CDB e RDB

  9. LCI e LCA

  10. Debêntures

  11. Carteira administrada

Vou falar melhor de cada uma mais adiante.

Dica final: Não se apavore e comece a fazer qualquer investimento agora. O ideal é entender seu perfil, necessidades e objetivos antes de começar.

Aproveite e começar a juntar um dinheiro antes de começarmos a investir!

Abraços e Apernas!

Anúncios

Autor: cacadordeofertas

Eu sou um caçador nato de ofertas, cupons, descontos e vantagens. Há pelos 7 anos venho fazendo de tudo para economizar em todas as minhas compras. Participo de diversos grupos, programas de vantagens, pontos e tudo mais. Em média pago 10% a menos em tudo que vou fazer e muitas vezes consigo descontos superiores a (pasmem) 50%! Quero passar todo este meu conhecimento para cada um de vocês através deste meu blog. Vamos economizar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s